A dificuldade de escrever um post decente


Sim, você está lendo certo. É muito difícil escrever um post decente.

Todo blogueiro já passou ou ainda irá passar por crises de identidade. Afinal, o meu blog é sobre isso ou é sobre aquilo? É sobre quem eu era ou sobre quem sou agora? O layout combina comigo ou já está ultrapassado? Estou produzindo conteúdo que gosto ou estou no modo automático? Ter um blog é enfrentar tais questões com mais frequência do que podemos imaginar ao clicarmos no "criar blog". 

Acredito que não só eu, como muitos outros blogueiros e blogueiras, procuram fazer de seus blogs um espelho para suas vidas. Não digo publicar tudo e/ou qualquer coisa que acontecem em nossas vidas, mas transformar esse espaço na internet em um reflexo de nós mesmos. No entanto, é difícil manter a proposta de um blog quando vivemos em constante mudança

Comecei esse blog para falar de livros e todo o resto que viesse à telha. Só que, até agora, somente a primeira parte realmente importava. Hoje, sou muito mais do que literatura e embora escrever sobre essa arte seja algo extremamente prazeroso, quero mais. Porque, se eu sou o blog e se o blog sou eu, nada mais coerente do que condicioná-lo a tudo o que estou sentindo, por mais confuso que pareça, por mais traidor que seja ao compararmos com o título dessa página. 

Por muito tempo, me escondi por trás de crônicas nunca lidas ou publicadas. Chegou a hora de compartilhá-las. Mensagens, reflexões que gostaria de dar ao mundo - mesmo que o mundo se resuma a uma única pessoa e que essa pessoa seja eu. Momentos que gostaria de falar sobre. Fotos que tirei porque quis ou até mesmo dizer o quão estressada estou por estar estudando que nem louca para uma prova. Tudo isso é válido porque tudo isso também sou eu

Que, de agora em diante, eu não só me alimente de livros, mas também de vida. 

Share:

3 pessoas devoraram

  1. Não sei se entendi o seu ponto de vista, mas no meu blog eu escrevo o que eu sou, já recebi críticas sobre eu não focar em algo, mais o meu blog é o meu mundo, e no meu mundo tem muitas coisas que eu gostaria de compartilhar. Vou amar ver você compartilhando outras coisas!

    nayanemartins.com

    ResponderExcluir
  2. <3 Já recebi inúmeras perguntas a respeito de qual o real foco do meu blog, e respondi: é o que é, é o que eu sou, é o que eu gosto, e ponto. Querendo ou não, mesmo que eu faça um conteúdo para agradar aos outros, antes de tudo, busco agradar a mim! Eu sou a blogueira, aquele espaço reflete quem eu sou/ quero ser. Então não tem nada demais em diversificar seu conteúdo, se é isto o que agrada, te faz bem, te faz feliz e a vontade com o seu espaço. Super apoio sua decisão, espero ver muitas dessas cronicas daqui pra frente, meu bem :)
    Beijo!

    Blog Insaturada
    Facebook
    Instagram do blog
    Instagram Pessoal

    ResponderExcluir
  3. Eu pensei em tudo isso quando resolvi criar meu blog, e desde a paleta de cores e os temas até o título foram pensados de forma a abranger o máximo de conteúdo possível que tinha a ver comigo. Concordo com tudo o que tu disse, moça! As mudanças ocorrem mesmo, e às vezes mais cedo do que esperamos, mas desde que sejam para melhor, está tudo bem!
    Um beijo!

    www.yeahitsallmine.blogspot.com

    ResponderExcluir