Se tem uma coisa que nós gostamos de falar sobre, essa coisa é série. O Netflix está aí para saciar toda a nossa sede de séries, não é mesmo? Eu nem era tão chegada a séries assim devido a dificuldade em acompanhá-las pela televisão, mas o Netflix colocou um ponto final nesse drama. Quando Quantico foi lançada na plataforma, li o resumo e adicionei a série à minha lista com um pouco de pé atrás - compreensível por sinal, pois nunca havia me deparado com nenhum comentário positivo ou negativo sobre a série. Até que, numa madrugada dessas das férias, decidi dar uma chance e não é que foi um achado dos bons? 
Um grupo grupo de recrutas chega a base do FBI de Quantico para treinamento. Eles são os melhores, os mais brilhantes e os mais controlados entre sua geração, de modo que parece impossível que um deles seja suspeito de planejar o maior ataque terrorista em Nova York desde 11 de Setembro. 
A Bruna do Depois dos Quinze definiu a série como uma mistura de suspense policial com Gossip Girl. Embora a série realmente tenha essa ar de segredos, revelações e fofocas, podendo parecer uma apelação ao público mais jovem. No entanto, não acho que isso tenha afetado a história, muito pelo contrário. Os segredos obscuros que acompanham os personagens são um fator que faz com que o telespectador continue assistindo: os segredos nos faz questionar quem pode ser o verdadeiro terrorista por trás de tudo.

Como faço Relações Internacionais, a série tem inúmeros elementos que são de interesse do estudante do curso (ou qualquer outro interessado no assunto, claro). Em Quantico temos, abordado de uma forma incrível, questões de identidade, terrorismo, islamismo, etc. É, sem sombra de duvidas, uma série inclusiva que trás a tona assuntos que tocam na ferida da sociedade americana, a começar pelo elenco. No papel principal, temos Priyanka Chopra, uma atriz de destaque em Bollywood - a Hollywood indiana. Tratando-se de uma série americana que aborda assuntos pesados, me surpreendi com o quão leve a série é, sem mostrar cenas pesadas ou cruas. Esse é um fator decisivo, acredito que não somente para mim.
A série é muito envolvente se você conseguir passar do terceiro episódio - o mais parado de todos. A cada episódio é uma reviravolta ou descoberta, de forma que a única opção que temos em mãos é pegar o controle e passar para o próximo episódio sem olhar para o relógio. Os personagens também são muito bem desenvolvidos, o que é outro ponto positivo. Embora tenhamos uma personagem principal, a história não conta com um herói. Pelo contrário, procura mostrar como todos os agentes podem cometer erros e colocar vidas em jogo com uma decisão que precisa ser tomada em 5 segundos.

Quantico é a série perfeita se você estiver procurando por algo novo e com aquela correria típica de séries e/ou filmes policiais. Entretém e tem de tudo um pouco: suspense, romance, drama, etc. Aproveitem o restinho das férias para assistir essa série que merece ser muito mais reconhecida. 

Deixe um comentário