Resenha: Mentiras de verão - Bernhard Schlink


Em minha última resenha e em outros posts do blog, citei o meu interesse em uma literatura mais diversificada. Bernhard Schlink é um escritor alemão que eu já conhecia por seu livro de maior sucesso, O leitor, mas nunca havia lido nenhuma obra do autor. Seu último lançamento a chegar no Brasil é a coletânea de contos Mentiras de verão, que me fez provar o que é um pouco do que é literatura alemã pela primeira vez. 

Bernhard Schlink escreve sobre o ser-humano e a complexidade em suas relações em sete contos. Quanto a envolvência, alguns contos são, de fato, superiores a outros. No entanto, não posso deixar de mencionar o quão único cada um é. Schlink escreve como quem senta ao seu lado no ônibus e lhe conta uma história, e dando um ar melancólico aos acontecimentos. 

Meus contos preferidos são os dois primeiros: Baixa estação e A noite em Baden-Baden. Ambos tratam de uma história de amor. Embora esse tema tenha forte presença no livro, acredito que esses dois contos tenham um diferencial. Baixa estação é incrível porque é como se o leitor estivesse lá, vivendo tudo com os personagens e se apaixonando como eles. Traduzindo: você sente tudo na pele. Com A noite em Baden-Baden não é diferente. 

Fui com grandes expectativas, mas acabei me decepcionando um pouco. Schlink é um grande nome da literatura alemã contemporânea, mas fez poucas referências ao seu país de origem nos contos. Achei seus personagens muito americanizados. Logo, o que eu mais esperava da leitura - estar em contato com a cultura alemã através da literatura - acabou por não ocorrer. 

Diria que é um livro 8 ou 80. Requere uma interpretação mais profunda por parte do leitor, isto é, o leitor precisa abraçar as histórias e procurar compreender os personagens. Isso pode ser difícil para uns, por não se tratar de uma narrativa muito objetiva. 

Mentiras de verão é um livro, que apesar de toda a melancolia, ganha o leitor com um encanto único. 


Título: Mentiras de verão
Autor(a): Bernhard Schlink
Número de páginas: 286
Editora: Record
Nota do Como Devorar Livros: 3/5

Share:

2 pessoas devoraram

  1. Hey!
    Eu nunca li nenhum livro sobre esse autor, mas eu gostei da sua resenha!
    Acho que vou dar uma chance pra ele, principalmente pelo tema :)

    Beijos, Luh
    http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir