O termo "Acción poética" lhe é familiar? Não? E aquelas fotos com frases pintadas em muros que as pessoas gostam de colocar como capa no Facebook? Ainda sim, você não reconhece?

Acción poética é um movimento cultural e literário que surgiu há quase vinte anos na cidade de Monterrey, no México, e que eu só fui descobrir no ano passado. Este movimento que já percorreu a América Latina inteira, tem como fundador o poeta Armando Alanís Pulido. O Acción poética (traduzido para o português como "ação poética") consiste em pintar frases, versos de amor, reflexão, otimismo ou qualquer outro assunto em muros das cidades grandes ou pequenas, tendo como objetivo, ilustrar diversos ambientes com fragmentos de poesia. 

Descobri este movimento por acaso e amei a ideia logo de primeira. Seria muito legal (e poético, claro) estar caminhando pela cidade e me deparar com poesia pelos cantos. É uma proposta que ainda não vingou muito no Brasil. Nem por isso, deixamos de ter movimentos literários ou poéticos em terras brasileiras. Fiquei sabendo de alguns deles recentemente, quem sabe eu não volte a falar sobre esse assunto aqui no blog?

Os participantes da Acción poética escrevem suas frases em um muro pintado anteriormente de branco e ao final, assinam o local (na maioria das vezes, a cidade) em que o movimento foi realizado e tiram uma foto, para publicar na internet. 

A questão é que existem muitas frases legais! Não precisa falar espanhol para ficar por dentro ou apoiar este movimento, porque as frases são, geralmente, de fácil compreensão e não muito longas. Para mais informações, é só acessar o site Acción poética. E você, o que achou? Já tinha ouvido falar ou gostaria de ter um movimento desses em sua cidade? Eu adoraria!

"Cada momento é uma história" em Lima, Peru

"Me dê asas para voar e motivos para ficar" em Chaco, Argentina

"O impossível só existe em sua mente" na Escola Normal Monteros em Tucumán, Argentina

"Te dedico sorrisos" em Palmira, Colômbia

7 Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Achei muito bonitinho. Deve ser reconfortante nós passarmos pela cidade com a pressa e a apatia de sempre, quase totalmente totalmente transformados em máquinas, e depararmos com algo que nos ressuscita a sensibilidade. Becca, você já leu o poema "A flor e a náusea", do Drummond? Essa poesia em muros me parece muito com uma flor que nasce na rua. Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Já tinha visto no facebook essas frases, mas não sabia que se tratava de um movimento. Achei interessantíssimo e o máximo!!

    http://meuoutroladoescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Muito obrigada pela dica!!!! Nunca tinha ouvido falar nesse movimento, muito interessante.

    ResponderExcluir
  5. Será que da para ser mais lindo?? Já que nasceu no México é óbvio que a escrita permanecera (acho) em espanhol. Gostei muito e nem sabia que vinha de um movimento tão grande, agora que descobri vou olhar para essas ações poéticas com outros olhos e vou saber que a poesia chega pode chegar a qualquer lugar...
    E-mail para contato: italo_supernatural@live.com

    Conta do Skoob: http://www.skoob.com.br/usuario/1045407
    Blog: http://acimadasnuvensblog.blogspot.com/
    Dê uma passadinha no meu blog e contribua com sua opinião :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Italo!
      É claro que irá permanecer em espanhol por ter se iniciado no México, mas caso algum grupo decidisse iniciar este movimento por aqui, acredito que seria tudo em português e com obras de poetas brasileiros mesmo. :)

      Excluir
  6. Oi Becca achei este post maravilhoso eu já conhecia esse movimento, tenho muitos amigos mundo afora e a gente já havia falado de como é reconfortante voltar para casa depois de um dia atribulado e nos depararmos com frases que nos faz vermos de como a vida vale a pena!!!
    Parabéns blog lindo demais...
    Eu também tenho um blog nada como o seu, mas se você quiser me visitar e se gostar me segue lá também ficarei grata.

    http://zenilda-tempodeamar.blogspot.com.br/

    Beijusss e até

    ResponderExcluir