Com pipoca: Sassy Go Go


As férias finalmente chegaram, e com ela, todo o tempo do mundo para poder assistir os programas que planejei durante todo o ano! Dei a largada semana passada e o primeiro item a ser riscado da minha lista foi o drama coreano Sassy Go Go. Em tempos de Netflix, eu estava quase deixando de lado o universo (será que posso chamar assim?) das novelas/séries asiáticas, mas não adianta, eu me rendo muito fácil a um romance escolar com atores de olhinhos puxados. Sassy Go Go é justamente isso, um romance escolar leve, que envolve amizade, líderes de torcida e rivalidades. Nada muito original, mas que vale a pena ser visto. 
Em uma escola em que a nota é o fator mais importante, Kang Yeon Doo está longe de ser uma das melhores estudantes. Pelo contrário, ela se encontra na 196ª posição em um total de 200 alunos. Ela é a líder do clube de dança Real King que entrando em conflito com o clube da sala ao lado, o White Tigers, um grupo formado pelos estudantes com as notas mais altas. Quando outra estudante, Kwon Soo Ah, chantageia os dois clubes a formar uma equipe de torcida somente para acrescentá-lo ao seu histórico acadêmico, Yeon Doo não vê outra chance de manter seu grupo de dança vivo. A equipe aprende, então, a lidar com as diferenças e estreitar laços de amizade em meio pressão familiar e a preparação para o campeonato regional. 
Se você estiver a procura de algo divertido para assistir nessas férias, Sassy Go Go é uma ótima aposta. O drama conta com um enredo bem desenvolvido e diferente de muitos outros, não arrasta a história para enquadrá-la nos 16 episódios, padrão da maioria das novelas coreanas. Pelo contrário, com somente 12 episódios, Sassy Go Go termina na hora certa e tudo acontece no momento em que deve acontecer, distanciando-se da enrolação. 

Admito que comecei a assistir pela atriz principal, Eunji, e adorei sua personagem. Alguns personagens bem presentes no início foram deixados de lado conforme os acontecimentos ganhavam forma e o romance desenvolvia, o que me deixou um pouco decepcionada. O casal principal tem química, além de toda a fofura e inocência que a maioria dos romances adolescentes coreanos (ou asiáticos) carrega - e eu simplesmente adoro. É claro que, como de praxe, surge um triângulo amoroso para partir o coração frágil de qualquer telespectador. Ah! Não posso deixar de mencionar a típica vilã insuportável. 

As cenas relacionadas a equipe de torcida são bem legais, tanto as apresentações quanto os treinos. Não tem como não reconhecer a importância da equipe para a desenvolvimento da história. Para tornar a história ainda mais adorável, só faltou uma trilha sonora que marcante e presente nos momentos mais importantes. Infelizmente, as músicas deixaram a desejar, mesmo que as boas. 

Sassy Go Go é a mistura de comédia, drama e romance na medida certa. A fórmula, repetida inúmeras vezes pela televisão coreana, deu certo mais uma vez e está muito longe de receber um descanso. Venhamos e convenhamos, quem quer que essa fórmula tenha fim? Não tem como resistir a um romance escolar fofinho sobre as dificuldades da adolescência e o desejo de ser quem quisermos. 

Share:

2 pessoas devoraram

  1. Oi
    eu assisti esse dorama e simplesmente adorei, os personagens me cativaram tanto a Eun-Ji é uma boa atriz e gostei de ver a amizade que os personagens também foram criando, eu também fiz uma reviw dele no meu blog, agora estou viciada em Oh my Venus.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Denise!
      Esse dorama não é lindo? Aiaiaiai já estou com saudades da história. <3

      Excluir